Show simple item record

dc.contributor.advisorManga Rodríguez, Dionisio
dc.contributor.advisorMorán Astorga, Consuelo
dc.contributor.authorAnjos, Ester Menezes dos
dc.contributor.otherUniversidad de León. Facultad de Educaciónspa
dc.date.issued2011
dc.identifier.citationp. 270-292spa
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11162/165883
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10612/1043
dc.descriptionIncluye título en inglés y en castellanospa
dc.description.abstractTeve como objetivo identificar a influencia da personalidade no desencadeamento do cansaço emocional, como a primeira dimensão da Síndrome de Burnout em estudantes universitários na cidade de Manaus Brasil. A síndrome de burnout é um fenômeno ainda pouco conhecido em nossa realidade. Percebe-se uma grande preocupação nos temas sobre qualidade de vida no trabalho e que repercute na vida acadêmica. Buscamos identificar através deste estudo quais são as estratégias de enfrentamento que os estudantes mais utilizam para lidar com o estresse. Atualmente, confundido com o estresse, o Burnout é uma resposta de um estresse crônico, afetando diretamente o desempenho de tarefas, relacionamento interpessoal, produtividade e até mesmo a qualidade de vida no trabalho e nos estudos, do individuo e da organização devido ao grande acumulo de tarefas e de responsabilidades, pressões sociais, familiares, ambientais e psicológicas do meio em que o individuo está inserido. Estes estudantes e profissionais que se encontra em risco constante de experimentar a síndrome de Burnout, um dos processos que apresenta como componentes: Desgaste, despersonalização, cansaço emocional e falta de realização pessoal. Por esta razão é de suma importância estudar as diferenças individuais que fazem os estudantes mais propensos a sofrer do esgotamento emocional nos resultados acadêmicos. A amostra foi composta por 958 estudantes universitários, em duas IES Instituição do Ensino Superior, do setor privado no período letivo de 2009, na cidade de Manaus Amazonas Brasil. Os instrumentos de medida para avaliar utilizamos os seguintes constructos psicológicos: Foi empregado para avaliação dos fatores de personalidade o NEO PI R Inventário de Personalidade Neo Revisado de Paul T. Costa Jr. E Robert R. McCrae. A Escala de Cansaço Emocional (ECE) de (Ramos, F., Manga, D. e Morán, C. (2005); e COPE BREVE DE Carver de (adaptação portuguesa de Pais Ribeiro e Rodrigues, 2004), para identificar quais as estratégias de enfrentamentos os estudantes universitários mais utilizam. O tempo de aplicação dos testes que compõem os instrumentos foi de 1 hora e 30 minutos para cada estudante universitário. Os questionários foram aplicados na sala de aula de maneira coletiva, com o consentimento dos estudantes universitáriosspa
dc.format.extent309 p. : il.spa
dc.format.mediumDigitalspa
dc.format.mediumLibrospa
dc.language.isoporspa
dc.rightsCuando no se especifique otra condición, los documentos incorporados a Redined a texto completo, se hallan bajo las condiciones de uso de sólo lectura y únicamente podrán ser citados con reconocimiento del autor(es). Para cualquier otro uso, deberá solicitarse el permiso del autor (es)spa
dc.subjectpersonalidadspa
dc.subjectdesarrollo afectivospa
dc.subjectestudiantespa
dc.subjectcapacidadspa
dc.subjectBrasilspa
dc.subject.otherManausspa
dc.titleInfluencia da personalidade no cansaço emocional e o coping em estudantes brasileirosspa
dc.typeTesis doctoralspa
dc.audienceProfesoradospa
dc.bbddInvestigacionesspa
dc.description.paisESPspa
dc.educationLevelEducación Superiorspa


Files in this item

FilesSizeFormatView

There are no files associated with this item.

    Show simple item record